Peças utilizadas na indústria com facilidade

As peças e ferramentas são itens fundamentais para a indústria. Afinal, a produção industrial se baseia em utilizar máquinas para, através da tecnologia, produzir em larga escala e com qualidade.

Neste artigo, você vai entender mais sobre equipamentos e peças da indústria alimentícia, do agronegócio e de instrumentos de medição.

Indústria alimentícia e agronegócio

Um Multiprocessador industrial é um equipamento amplamente utilizado na indústria alimentícia.

Ele é capaz de cortar, desfiar, ralar e, até mesmo, misturar uma incrível variedade de produtos alimentícios, desde frutas e legumes, até massas.

Em termos populares, ele poderia ser visto como uma espécie de “liquidificador gigante”, capaz de desempenhar funções mais específicas.

Há diversas peças que podem ser colocadas e removidas de um processador, modificando a sua função.

As lâminas são um exemplo de peças que conseguem modificar o resultado final da produção. Dentre as peças de um processador, podemos destacar:

  • Batedor de massa;
  • Disco emulsificador;
  • Moedor;
  • Discos fatiadores;
  • Raladores;
  • Dico granulador.

Assim, percebe-se que esse equipamento é um verdadeiro coringa no ramo de indústria alimentícia.

Ele pode gerar granulados, bater massas, cortar frutas em cubos e muito mais. As grandes indústrias contam com diversas variações desse item.

chocadeira  é um apetrecho essencial para aqueles que trabalham com avicultura.

Utilizada não somente para chocar os ovos, mas para manter os filhotes durante seus primeiros dias, ela desempenha um papel muito importante. Por isso, é crucial escolher uma chocadeira de qualidade.

Em linhas gerais, elas são caixas que possuem aquecimento elétrico. A temperatura adequada para uma chocadeira varia entre 37,2ºC e 37,8ºC, o que evidencia que se deve adquirir um produto com alta precisão de temperatura.

A temperatura, porém, não é o único aspecto a ser considerado. O índice de umidade interna e o nível de oxigenação são indispensáveis para integrar o ambiente perfeito para os ovos e para os filhotes.

Uma recomendação é buscar por uma chocadeira que tenha ovoscópio embutido, evitando a explosão repentina de um ovo (contaminaria os outros ovos) e proporcionando mais controle sobre a produção ao fornecer informações acerca do desenvolvimento embrionário.

A manutenção desses apetrechos precisa ser constante.

Para facilitá-la, sempre reserve alguns circuladores internos e resistência para chocadeira por precaução, visto que são as peças que mais mostram complicações em uma chocadeira.

A resolução de qualquer complicação deve ser feita imediatamente, de modo a não comprometer a produção.

Uma observação valiosa sobre as chocadeiras é que nunca se deve posicionar o sensor de temperatura perto da resistência ou das ventoinhas.

Esses locais apresentam temperaturas diferentes e o sensor pode fornecer dados imprecisos, o que acaba sendo muito nocivo, dada a necessidade de precisão para esse tipo de aplicação.

Instrumentos de medição

A instrumentação industrial é muito importante para o funcionamento dessa área, o que inclui todos os segmentos. É através dos instrumentos de medição que se consegue fazer o controle de qualidade tanto da linha de produção quanto dos produtos.

Um dos instrumentos mais usados e conhecidos é a balança. 

Observando todas as aplicações possíveis, há quatro tipos de balança. A balança analítica, a de precisão, a balança industrial e a rodoviária.

A analítica é usada em laboratório e tem funcionamento eletrônico, sua operação considera determinadas condições ambientais.

A balança de precisão, como o nome permite inferir, é feita para medir objetos de tamanho reduzido, com exatidão nos valores.

A balança industrial é de grande porte, usada para cargas mais pesadas, com tamanho bem maior que as demais. A balança rodoviária, por sua vez, é usada para pesar veículos em movimento.

Calibração de balanças é um procedimento indispensável para as indústrias, sobretudo quando há o uso da balança de precisão.

Esse tipo de balança em específico é muito sensível e fatores como a vibração do ar podem influenciar no resultado.

É muito comum que elas apresentem problemas e precisem ser calibradas. O ponto é que os problemas quase nunca são identificados, porque a diferença entre o resultado correto e o incorreto é mínima. Então se faz a calibração preventiva.

Por fim, não importa qual seja o equipamento ou a peça em questão, é recomendável sempre trabalhar com peça e equipamento da mesma marca, feitos pelo mesmo fabricante.

Isso garante um bom desempenho do apetrecho depois do conserto, evitando possíveis desgastes desnecessários ou complicações técnicas.

A dica é pensar na manutenção já no momento da compra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *