Aprimorando o seu estoque na indústria

De uma fábrica de equipamentos industriais até um estabelecimento que produz pequenos objetos, como pregos e parafusos, todos têm algo em comum: as mercadorias por eles fabricadas precisam ser vendidas.

Do contrário, o negócio terá um grande prejuízo.

Ao contrário do que muitas pessoas pensam, não basta apenas encontrar pessoas interessadas nelas e firmar um acordo de negócio, pois é preciso manter todos os produtos organizados até que chegue a hora de entregá-los aos compradores.

Em outras palavras, é fundamental que o estoque seja organizado e montado de maneira a otimizar as operações. Isso, por sua vez, é muito mais complexo do que parece.

Além de contar com um espaço adequado para o armazenamento, é preciso encontrar um sistema para administrá-lo que seja adequado as necessidades do negócio.

Confira algumas dicas para isso a seguir:

Use empilhadeiras

Administrar um estoque é sempre complexo. Entretanto, isso fica ainda mais difícil quando ele é de grande porte, e as cargas têm que ser transportadas por longas distâncias.

Quando isso é feito apenas com a força humana, o procedimento tende a ser lento e desorganizado.

Por conta disso, recomenda-se que contratar um serviço de aluguel de empilhadeira.

Como este equipamento é projetado especificamente para mover objetos sobre pallets com segurança e praticidade, com o auxílio da força deste equipamento, a organização dos objetos se torna muito mais eficiente.

Entretanto, é fundamental que o empreendedor pesquise extensivamente a respeito de todos os modelos desta máquina disponíveis, pois cada qual tem a sua particularidade.

Ainda assim, quando se trata de espaços fechados, normalmente opta-se pela empilhadeira eletrica paletrans

Além do menor porte, ela não emite gases durante seu funcionamento, o que evita que o ambiente se torne insalubre.

Da mesma forma, é interessante que ele pesquise a respeito a possibilidade de recorrer a uma frota própria.

Por mais que a locação seja a melhor escolha em boa parte dos casos, em algumas situações a aquisição de máquinas pode compensar.

Seria o caso, por exemplo, de uma empresa de montagem industrial, que a utilizasse de maneira praticamente cotidiana.

Por fim, independentemente de a opção de escolha ser a compra ou a locação, é fundamental que as máquinas sejam de marcas reconhecidas, e que estejam sempre em bom estado de conservação e funcionamento, do contrário, ela gerará mais dor de cabeça do que vantagens a seu estabelecimento.

empilhadeira Yale, bem como as de marcas mais consolidadas, têm muito a oferecer.

Tenha profissionais capacitados para operá-las

Por mais que o uso de uma empilhadeira por si só agregue eficiência e segurança a gestão do estoque industrial, isso não significa que qualquer pessoa seja apta a operá-la, pois é preciso operador especializado para essa execução.

Na prática, isso significa que ele deve ter passado por um curso de operador de empilhadeira. Durante o período de qualificação, ele aprende a respeito dos componentes da máquina.

Seu papel, como manusear os comandos do aparelho e, claro, como fazer todos os transportes que o envolvem com segurança.

Monitore todos os indicadores

Quem trabalha com gestão industrial está acostumado a monitorar uma série de indicadores relacionados a produtividade da linha de produção.

Porém, no caso do estoque, isso é igualmente importante: os números traduzem a sua situação, e se mudanças são necessárias. Entre eles, estão:

  • Giro de estoque;

  • Estoque mínimo e máximo;

  • Lead time;

  • Custo de manutenção do estoque.

Em caso de dúvida, é interessante contar com uma consultoria que traga um olhar externo ao estabelecimento.

Além disso, esse profissional pode fornecer todo o apoio necessário para calcular e acompanhar todos os indicadores relativos a armazenagem.

Deste modo, ganha-se em eficiência e corta-se custos desnecessários.

Elabore uma organização inteligente

Toda e qualquer empresa tem um pequeno grupo de produtos que, apesar de diminuto, representa uma fatia considerável de suas vendas – e, consequentemente, de seu faturamento.

Assim, para facilitar os processos cotidianos, ele deve ser armazenado de uma maneira que seja fácil acessá-los, agilizando sua chegada ao consumidor.

Este é apenas um exemplo de muitos que revelam como o sistema de organização do estoque influencia o cotidiano de trabalho e o faturamento do estabelecimento.

Via de regra, mercadorias com rotatividade mais alta devem ser mantidos em locais de fácil acesso, enquanto que as menos vendidas podem ficar em zonas mais difíceis de se alcançar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *