Bombas

Bombas e motobombas na indústria

Uma indústria é formada por diversos componentes que permitem que seus processos sejam executados sem nenhum problema. Dentro desses componentes nós temos as bombas e as motobombas.

As bombas indústrias são indicadas para transferir fluidos de um lugar par ao outro, além também de fazer o condicionamento e o deslocamento de outros elementos como gases, e pequenos sólidos.

Cada indústria utilizará tipos de bombas e motobombas diferenciadas, que podem ser de bombas centrífugas até motobombas injetoras. No decorrer desse texto iremos tratar de forma mais detalhada os tipos de bombas e motobombas disponíveis no mercado.

Tipos de bombas

As bombas industriais operam, geralment,e por meio de um motor que pode ser também uma turbina. Esse motor permite que o trabalho mecânico seja transformado em energia.

Esse tipo de movimento permite que o fluido seja deslocado. Cada tipo de bomba fará com que o fluido seja deslocado de forma diferente.

1. Bombas centrífugas

A bomba centrífuga é caracterizada por ser capaz de transferir grandes volumes de fluidos e depende de energia cinética (que é a velocidade) para que a operação seja realizada.

É muito indicada para transferência de fluidos limpos, e com líquidos de densidade próximas a da água.

Em alguns casos as bombas centrífugas são usadas com a mangueira de alta pressão que são feitas de PVC flexível e evita o acúmulo de sujeira e sendo muito resistente.

2. Bombas pneumáticas

A bomba pneumáticas tem o uso não somente industrial, mas também nos chamados processos sanitários.

Desse modo atua no bombeamento de fluidos bastante difíceis. São consideradas o equipamento certo para bombear líquidos de baixa, média e alta viscosidade.

A bomba pneumática é um tipo de bomba de água suja ou seja, consegue também bombear água com substâncias sólidas, e ainda é usada para líquidos corrosivos, químicos ou inflamáveis.

São encontradas de forma maciça nas indústrias de:

  • Farmacêuticas;
  • Cosméticos;
  • Bebidas;
  • Alimentos.

3. Bombas de deslocamento positivo

São conhecidas também como bombas volumétricas e seu funcionamento acontece por impulsão.

Seu funcionamento também acontece com baixas vazões, alta viscosidade e são ideais para fluidos que são muito viscosos como mel, xarope, concreto e outros.

4. Bombas de engrenagem

Esse tipo de bomba é utilizada de forma interna e possui grande versatilidade, assim, pode ser usada para o deslocamento de líquidos corrosivos, tóxicos, de baixa e média densidade, utilizando mangueiras de pressão ou não para realização do deslocamento.

Por ser bastante versátil atende inúmeros tipos de indústrias que vão do petroquímico ao alimentício.

Tipos de motobombas

As motobombas são usadas na agroindústria e tem como função principal deslocar a água de um lugar par o outro de modo a ser utilizada em diversos processos como irrigação, pulverização, abastecimento e outros.

Outra grande utilidade das motobombas é para bombear água da chuva em casos de inundações, de modo a escoar a água para outras finalidades.

Assim como as bombas, existem alguns tipos de motobombas que são usadas de acordo com a necessidade existente, sendo elas:

  1. Motobomba multiestágio;
  2. Motobomba centrifuga;
  3. Motobombas injetoras;
  4. Motobombas autoescorvantes;
  5. Motobomba de pressurização.

A motobomba multiestágio consegue efetuar o deslocamento de água limpa a grandes alturas manométricas. As motobombas centrifugas são equipamentos usados para deslocamento de água limpa e tem grande produtividade. São considerados bombas intermediárias.

Já as motobombas injetoras são usadas para bombear água de poços profundos. As motobombas autoescorvantes são capazes de deslocar grandes volumes de água com sujeira e pequenos sólidos.

E as motobomba de pressurização são aparelhos que ajudam no deslocamento em locais em que a pressão da água é muito baixa por conta da escassa altura da origem da água.

Como escolher o equipamento correto?

Para saber quais bombas ou motobombas utilizar dentro da sua indústria é preciso estar atento à alguns pontos específicos como:

  1. O tempo de trabalho que a bomba ou motobomba operará;
  2. O tipo de líquido que será bombeado e a quantidade;
  3. As especificações dos fluidos (viscosos, densos, corrosivos, tóxicos);
  4. A temperatura da operação de bombeamento;
  5. Especificações dos processos (pontos de vazão e flexibilidade).

Assim, entendemos que as bombas e motobombas são equipamentos essenciais para o desenvolvimento adequado dos processos existentes, pois permite que determinados fluidos possam ser utilizados e drenados assegurando assim que tudo seja feito conforme o planejado.

Procure sempre um profissional que o ajudará na escolha do equipamento adequado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *