automação

Sistemas e aplicações de automação industrial

Para uma atividade industrial mais responsável e segura é necessário uma série de estratégias e equipamentos específicos. Boa parte dessa estrutura de produção e proteção é criada e implementada por técnicos de automação industrial, visando uma maior otimização da produção industrial.

Neste texto abordaremos técnicas e aparelhagem capazes de contribuir com sistemas de produção, manutenção e dispositivos de segurança, itens fundamentais para qualquer setor industrial.

A fim de assegurar uma execução mais qualificada do trabalho dos funcionários, preservando ao máximo suas saúdes e também sustentando a vida útil do maquinário.

Automação: dispositivos com controles computadorizados

A automação industrial é um dos estudos mais importantes nos dias de hoje para a realização de diferentes processos industriais.

É por meio dessa área de pesquisa que foi possível que as indústrias obtivessem ferramentaria moderna e tecnológica, criando objetos que funcionam a base de comandos computadorizados.

As máquinas, que serão controladas por sistemas de softwares, necessitam de um CLP atos expert acoplados a ele.

A siga CLP significa Controlador Lógico Programável, ou seja, dá a entender que a atividade da máquina que contém um CLP será controlada por um sistema lógico, por meio de linguagens de programação, muito importantes no meio da informática.

A inserção desses instrumentos CLPS pelos técnicos de automação industrial possibilitou uma diminuição na necessidade de constantes alterações do funcionamento das máquinas pelos trabalhadores.

E permitiu uma maior automatização industrial nos processos, dado que os comandos computadorizados fazem com que as máquinas repitam constantemente seu trabalho, sem que precise de um funcionário operando-as.

Técnicas importantes na manutenção e segurança das indústrias

Além de criar alternativas e programas que ajudam no processo produtivo, a automação industrial veio também para ajudar as indústrias a aumentar a segurança do ambiente, estando incluso todos os trabalhadores e as ferramentas das fábricas.

Com a cooperação de técnicas de automação, são criados constantemente dispositivos computadorizados que facilitam o monitoramento e controle das atividades industriais, garantindo um ambiente mais protegido para todos.

Uma das aplicações mais importantes na implementação dessas ferramentas, é o IHM (Interação humano-máquina).

Essa técnica permite o controle dos equipamentos, sejam eles de segurança ou produção, por um maior número de responsáveis, já que todo o controle desses dispositivos é feito por meio de uma comunicação inteligente entre humano e máquina, utilizando comandos que podem ser executados por qualquer um.

Por ser de suma importância para a potencialização dos processos, é importante ficar atento com o seu funcionamento.

Caso esse dispositivo apresenta falhas nos seus softwares ou hardwares, é necessário a realização do conserto de IHM, que fundamenta-se em examinar onde estão as incorreções e aplicar os reparos essenciais para que ele volte a funcionar da maneira adequada.

Esse tipo de reparo faz parte de de uma gama de ações frequentes de manutenção industrial, que consiste na criação de estratégias de prevenção, montagem de dados e aplicação de manutenções constantes nos equipamentos industriais, a fim de garantir o pleno funcionamento de toda a estrutura dos setores.

É importante mencionar também alguns equipamentos e sistemas de segurança do setor industrial.

Todo esse amplo espaço das plantas industriais devem ser monitorados pelo maior número de ferramentas e estratégias controle contra problemas nas estruturas.

Ferramentas como:

  • Câmeras de segurança;
  • Catracas de acesso;
  • Extintores de incêndio;
  • Alarmes;
  • Seguranças particulares.

Também podemos citar outro mecanismo cada vez mais utilizado, que foi disponibilizado por meio das técnicas de automação, que é o sensor infravermelho.

Esse sensor identifica a movimentação de pessoas nos locais, por meio de um sistema de percepção de calor. Ou seja, pode ser ideal para o controle de acesso nas áreas mais importantes dos setores industriais.

Outro dispositivo possibilitado pela inserção de estratégias de automação industrial, indispensável no quesito de segurança do maquinário, é o rele de segurança NR12.

Essa ferramenta, que está de acordo com as normas de segurança de trabalho, é uma peça aplicada nas indústrias que funciona de maneira automatizada, ou seja, uma vez instalada, não precisa mais ser acionada por terceiros.

Sua função é a seguinte: as máquinas industriais necessitam de comandos elétricos para funcionarem. Quando há falhas nesse sistema de distribuição de energia nos setores industriais, principalmente, por queda de energia na região, esses dispositivos são acionados, fazendo com que as máquinas não sofram descargas e não tenham problemas de disfuncionalidade.

Esse equipamento é acoplado um por um nas máquinas, para que todas estejam protegidas quando aconteça esse tipo de imprevisto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *