A importância da utilização do aço na indústria

Existem alguns materiais que possuem propriedades bastante úteis para setores das indústrias, construção civil e outros segmentos que possuem demandas constantes por alta resistência e durabilidade.

Dessa forma, o ferro e o aço são dois exemplos dos mais comuns nos canteiros de obras e nas variadas etapas de diferentes linhas de montagem ou produção. Isso porque eles oferecem características especiais aos processo que possibilitam mais otimização e segurança.

No artigo a seguir, fique por dentro do uso desses materiais e saiba como eles são aplicados na fabricação de itens que não podem faltar em etapas industriais.

Além disso, confira como cada um deles podem contribuir de forma direta para linhas mais produtivas e rentáveis.

Tubos de aço

O aço é importante não por acaso, mas porque ele oferece propriedades especiais que conferem a ele um alto nível de resistência mecânica e também a processos de corrosão e abrasão. Isso é extremamente útil para as indústrias, de modo que é sempre importante contar com tubos de qualidade para garantir operações mais seguras e eficazes.

O ferro, que é uma versão menos sofisticada do que o aço, pois é um dos materiais que o origina e não conta com vantagens estéticas e anti-corrosão, também pode ser largamente encontrado em diferentes momentos industriais.

O tubo de ferro, por exemplo, está presente em praticamente todo empreendimento e é essencial para demandas de fluxo de fluidos que devem ser devidamente conduzidos para diferentes locais.

Entre seus maiores benefícios, podemos destacar o fato de que esse tubo é muito durável e, portanto, seu uso é extremamente indicado para a construção civil.

Já o Tubo de aço inox é ainda mais comum, sendo encontrado na condução de líquidos, sólidos e gases, de modo que sua aplicabilidade industrial vai desde os chamados tubos capilares até os de grande bitola.

Isso porque esses procedimentos possuem uma demanda por alara resistência à oxidação, evitando desgaste e prolongando a vida útil.

Além disso, o aço inox é utilizado por não se danificar quando entra em contato com ataques químicos internos e externos, tornando-se muito presente em setores industriais que lidam com substâncias agressivas para a saúde humana ou para o meio ambiente.

Outra vantagem dos tubos de inox é que eles são muito versáteis, podendo ser encontrados em diferentes tamanhos, numerações, espessuras, etc. Desse modo, eles fazem parte da composição tubular de:

  • Indústrias papeleiras;
  • Indústrias químicas;
  • Indústrias petroquímicas;
  • Indústrias alimentícias;
  • Indústrias de remédios.

Com ou sem costura, os tubos oferecem variados desempenhos e podem contribuir de forma eficiente e resolutiva em sistemas de condução de fluidos variados, mesmo aqueles que podem apresentar algum nível de ação corrosiva, por exemplo.

Alta performance

Existe, ainda, a opção de contar com tubos reforçados, que possam oferecer um desempenho ainda maior nos quesitos resistência e durabilidade.

Dessa forma, portanto, o Tubo de aço galvanizado é muito procurado para atender demandas de diferentes segmentos industriais. Isso porque a galvanização é um processo muito eficiente de blindagem que torna a superfície dos tubos coberta por uma proteção extra.

Esse revestimento é feito com metais nobres, em grande maioria das vezes com o zinco, e pode apresentar resultados surpreendentes, pois tornam os produtos mais duráveis, prolongando seu uso e otimizando a segurança das operações onde são empregados.

Calandragem

A Calandragem de Chapas, por sua vez, é um procedimento industrial que tem como objetivo atribuir forma aos materiais base, para que eles possam ser utilizados nas etapas de produção seguintes.

Quando estamos falando de chapas, a calandragem busca defini-las conforme a utilização que será dada, tornando sua superfície e seu formato apropriados.

Por meio da passagem entre rolos, a calandra realiza a curvatura das chapas de acordo com as definições fornecidas. Além disso, esse processo também cuida de detalhes como a espessura e até mesmo o acabamento final que será dado para a peça.

Na maioria dos casos, as peças que passam por esse procedimento são cilíndricas ou cônicas, mas vale lembrar que peças retangulares e quadradas também podem passar pela dobradeira de chapa.

O mais importante é garantir procedimentos bem conduzidos do início ao fim e que confiram a condição adequada para as inúmeras peças e tubos que são utilizados nos procedimentos industriais.

Além disso, é importante assegurar que apenas profissionais preparados lidem com determinadas tarefas dentro das linhas de montagem e produção, evitando erros e transtornos que podem ser até irreversíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *