Você sabe a diferença entre transpaleteira e paleteira?

A transpaleteira e a paleteira são equipamentos essenciais para o setor industrial em diversos segmentos.

Ambos são responsáveis de pelo transporte de cargas em paletes. Introduzido no mercado brasileiro em 1990, o palete é um estrado utilizado na movimentação de cargas.

Quais os tipos de palete?

Pode ser fabricado a partir da madeira, do metal ou do plástico. A função principal dos paletes de madeira é: viabilizar a otimização do transporte e da armazenagem de cargas.

Já o palete de plástico é o chamado palete de contenção, que tem por objetivo impedir o vazamento de líquidos químicos e inflamáveis durante a locomoção.

O palete de metal pode ser substituído por ambos os paletes quando a demanda necessita de um nível superior de carga ou contenção.

O palete pbr é o modelo do Brasil que tem a medida padronizada de 1,0X1,20m e foi desenvolvido pela Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) a fim de obter um padrão operacional que assegurasse a eficiência do transporte dos produtos em todo território nacional.

É feito a partir de madeira de reflorestamento e tem como finalidade auxiliar na produtividade logística dos estabelecimentos.

Suas peças possuem uma numeração a fim de estabelecer a diferenciação entre as tábuas superiores, as tábuas intermediárias, as tábuas inferiores e os tocos.

E são nestes últimos que se estabelece a relação entre a madeira e a comunicação, neste caso, no ramo alimentício.

Nas superfícies desses tocos é feita uma gravação a fogo contendo informações sobre o fabricante, o mês e ano de fabricação desse pallet, a fim de atestar: a sua vida útil; a quem recorrer no caso de avaria do material; a danificação no produto armazenado ou transportado decorrente da má-fabricação ou medidas fora do padrão.

Quais as suas funções?

Para a movimentação com eficiência e rapidez dessa estrutura há um maquinário específico. Estes equipamentos mecânicos e versáteis, são responsáveis por movimentos de transportes, empilhamento e desempilhamento.

A paleteira é o veículo industrial desenvolvido para a demanda de locomoção e armazenagem de paletes em patamares baixos.

A paleteira é uma máquina fundamental para a estocagem de produtos que sejam armazenados em locais pequenos ou que tenham corredores estreitos.

Sua função principal é possibilitar a retirada do palete de determinado local e, em seguida, ser realocado em outro conforme a logística.

Esse maquinário pode ser encontrado no mercado em três modelos: paleteira manual, elétrico e hidráulico. A venda de paleteira manual é a mais buscada por conta do seu baixo preço em relação aos demais.

Entretanto, exige maior esforço do operador. Dentre suas vantagens, estão em destaque:

  • Praticidade no manuseio e manobra;
  • Pequeno risco de acidentes e de danificação dos produtos;
  • Facilidade na colocação;
  • Agilidade na montagem do estoque;
  • Funcionamento sempre em velocidade constante;
  • Os modelos que possuem o cilindro de alta pressão proporcionam a movimentação adequada até de cargas pesadas.

Transpaleteira manual é a outra máquina essencial para o setor industrial no geral e que pode ser aplicada em diversos segmentos.

A transpaleteira manual se trata de um equipamento responsável pelo deslocamento e empilhamento das unidades de carga e que tem duas funções básicas: auxiliar no transporte para carregamento de diversos tipos de carga em caminhões; e auxiliar no descarregamento das mercadorias e, consequentemente, em sua armazenagem.

Além do modelo manual, seu sistema pode ser hidráulico com o auxílio de roldanas – dispositivos que têm por função mudar a direção e o sentido da força (mas mantendo a intensidade) – que permitem que a transpale suporte a movimentação de cargas pesadas e, também, há os modelos elétricos.

Estes sistemas, hidráulico e elétrico, facilitam a operação do processo de empilhamento, sem que seja necessário o uso de uma força excessiva do profissional para a execução do trabalho.

A transpaleteira possui uma alavanca que é responsável por erguer e abaixar os paletes, enquanto os garfos da máquina se encaixam em sua estrutura para transportar e armazenar.

Essas máquinas requerem habilidade e qualificação em seu manuseio para que o potencial produtivo não seja afetado e que a empresa não tenha risco de acidentes, manutenções desnecessárias por má utilização do equipamento e de causar prejuízos nas cargas transportadas.

Seguir as normas do equipamento e da segurança do trabalho é fundamental. Além disso, a execução desse trabalho deve sempre estar ligada à ergonomia, a fim de que o operador não coloque em risco sua saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *