Como melhorar o transporte de mercadorias dentro da empresa?

Empresas de diversas áreas precisam se preocupar com o transporte de carga. Seja o estoque ou os materiais utilizados na produção, é muito raro que não haja nenhum tipo de volume a ser transportado.

Quando se trata de cargas pesadas, sua movimentação pode acabar sendo um transtorno. Neste artigo, você vai descobrir como aumentar a produtividade, exigir menos esforço dos funcionários e evitar acidentes.

As vantagens da empilhadeira

Antigamente, as fábricas, armazéns e outros locais que lidam com o transporte de cargas diariamente se valiam apenas da empilhadeira manual.

Esses equipamentos contam com garfos para posicionar as cargas, rodas e algum sistema que auxilie no transporte de cargas pesadas, que pode ser um sistema de roldanas, um sistema hidráulico ou, quando se tratam de semi-elétricas, um sistema elétrico.

Embora muito mais baratos, utilizar esses equipamentos resulta em um trabalho mais lento e exige muito dos funcionários (afinal, a força de trabalho utilizada vem deles).

Depois, surgiram as empilhadeiras a combustão. Utilizando motores, o gás utilizado geralmente é o diesel ou a gasolina e elas tornam o transporte muito mais rápido e fácil.

O ponto negativo é que esse tipo de empilhadeira não é recomendado para locais fechados, por conta das emissões de fumaça durante seu uso.

O surgimento da Empilhadeira elétrica foi uma verdadeira revolução no mundo dos transportes. Empresas de pequeno porte e de diversos segmentos começaram a fazer uso dessa ferramenta.

Isso porque são silenciosas, não emitem fumaça, podem aparecer em diversos tamanhos e têm capacidade para não apenas transportar, mas elevar cargas pesadas.

Talvez a única desvantagem das empilhadeiras elétricas seja que apenas profissionais habilitados podem conduzi-las. Assim, é preciso que um funcionário seja treinado para tal ou que se contrate um operador de empilhadeira independente.

Qual o piso ideal?

O uso de Autonivelante epoxi para pisos facilita a circulação dos equipamentos de transporte de carga, tanto manuais quanto motorizados.

Isso porque deixam o piso praticamente sem rugosidade, pelo qual as rodas podem deslizar com muita facilidade.

Mesmo existindo outros revestimentos para piso deslizantes, essa opção é a mais interessante por conta de outras propriedades.

Perfeita para fábricas e armazéns, a resina epoxi pode ser aplicada sobre outros pisos e é autonivelante. Isto é, a resina é de estado líquido e basta que seja depositada sobre o piso até se espalhar completa e igualmente.

Depois de esperado o tempo para que a resina tenha coberto todo o piso, acrescenta-se o catalisador com função de endurecê-la. As propriedades que justificam a sua aplicação são:

  • Alta resistência à abrasão;

  • Não propaga fogo;

  • Hidrofobia;

  • Impermeabilidade;

  • Durabilidade;

  • Assepsia.

Assim, essa resina não estraga com o constante transporte de cargas pesadas nem com intenso fluxo de pessoas, apresentando uma dureza elevada.

É muito importante que o chão não possua buracos e outras imperfeições, pois isso atrasa o transporte e pode causar acidentes, tornando essa resistência muito importante.

É possível ainda falar das vantagens da aparência da epóxi. O piso pode ser branco ou de outros tons claros e o aspecto, geralmente, é tão brilhoso que parece espelhado. Isso significa um ambiente mais iluminado e facilita a locomoção.

Indo além desse viés, as propriedades da epóxi a tornam fácil de limpar, econômica e segura. Por isso, é comum que se utilize tinta epoxi para pintar as paredes e mesmo o teto da empresa.

A tinta conserva a maioria das propriedades do revestimento de piso, apenas sendo menos resistente e menos durável.

Há quem escolha pintar o chão da fábrica com ela ao invés de aplicar a resina, o que é menos custoso e mais rápido, mas exige manutenção periódica.

Por outro lado, é altamente recomendável que se faça uma Pintura epoxica nas paredes externas da empresa ou fábrica. Por conta da poluição, da poeira, dos raios de Sol e das chuvas se torna crucial utilizar uma tinta mais resistente que as comuns.

O constante desgaste de tinta da área externa implica em prejuízos, pois a pintura predial demanda equipamentos específicos para trabalho em altura, tornando-se mais custosa.

Em conclusão, para um transporte de cargas eficiente é preciso recorrer ao uso de máquinas próprias para tal e garantir que o ambiente empresarial colabore com o uso dessas máquinas.

Para descobrir qual o modelo ideal para a sua aplicação, conte com a opinião de um especialista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *