Saiba quais os materiais utilizados na construção de um galpão industrial

Galpões industriais são espaços cobertos construídos para abrigar depósitos de materiais e de maquinário, realizar parte do processo industrial ou servir de centro de distribuição de produtos.
Essas unidades produtivas podem ser fabricadas com o objetivo de venda ou locação à indústrias de logística ou outros segmentos.

Os materiais utilizados na construção dos galpões industriais

Um dos materiais mais utilizados na construção desses galpões industriais é a chapa de aluminio, que através de procedimentos como soldagem ou dobramento é transformada em artigos não-planos, os chamados perfis (laminado, soldado, dobrado ou tubular).

Possui dimensões e espessuras diferentes, e grande aplicabilidade, especialmente, por sua resistência mecânica à ruptura e ao escoamento. As chapas metálicas podem ser classificadas em finas ou grossas.

Através de um processo chamado de dobramento ou de perfilagem, são obtidos os perfis de chapa dobrados, com elevada autonomia de dimensões.

A Chapa dobrada é um produto fabricado a partir de chapas de aço modeladas de acordo com as necessidades do projeto em que ela será aplicada.

É produzida em máquinas que realizam a dobragem em linha reta de um material metálico para que esse adquira formatos variados. A deformação deste objeto pode ser feita através de alguns tipos de procedimento que determinarão, portanto, a qualidade final do produto oferecido.

A Chapa galvanizada possui grande durabilidade e precisa ser produzida com grande qualidade, a fim de assegurar a confiabilidade e o bom desempenho do material para os projetos em que é aplicada.

É muito versátil e sua fabricação está sempre pautada nas necessidades específicas do cliente.

Outro material amplamente utilizado na construção dos galpões industriais é a barra de ferro quadrada, produto de acabamento superior e substancial resistência às condições mecânicas e temperaturas extremas, além de grande durabilidade.

Elas podem ser cortadas na dimensão solicitada pelo comprador e, preferencialmente, não devem ter defeitos, sendo fabricadas a partir de ferro de qualidade, a fim de garantir a segurança e o alto nível dos projetos onde este material é aplicado. Essa barra de ferro quadrada pode ser de dois tipos: laminada ou trefilada.

No primeiro caso, as barras têm um formato quadrado e o seu tamanho é pré-determinado, o que permite maior assertividade nos cálculos de compra do material, reduzindo ainda, as perdas no processo de fabricação. São comumente usadas na fabricação de portões e esquadrias metálicas.

Já as barras trefiladas são produzidas a partir de um procedimento chamado de trefilação, onde as dimensões da barra são reduzidas para a obtenção de peças menores.
Por essa razão, as barras trefiladas são normalmente utilizadas na produção de ferramentas e peças variadas.

A fabricação das peças metálicas: o soldador.

É necessário um profissional qualificado para a fabricação e o manejo das peças metálicas que serão utilizadas na construção dos galpões industriais.

Este profissional, responsável ainda pela inspeção de materiais e da sua área de trabalho é o soldador, cujas funções principais são a solda e o corte de metais, como o tubo galvanizado.

O processo de solda utiliza equipamentos de alto risco como o maçarico, por isso é fundamental que o profissional que realiza esse trabalho tenha à sua disposição um conjunto de epi de soldador.
EPI é uma sigla para Equipamento de Proteção Individual, definido e regulamentado pelo Ministério do Trabalho, a fim de proteger os profissionais submetidos a condições de risco à sua integridade física.

Os epi’s são de uso individual e, portanto, são requisitados quando o ambiente de trabalho não pode ser protegido de maneira coletiva para reduzir os riscos aos trabalhadores.

Os tipos de EPI são variados e dependem, substancialmente, dos riscos a que estão expostos os seus usuários. Alguns exemplos são capacetes, luvas, máscaras (com filtro ou sem), cintos de segurança e etc.

No caso dos soldadores, é fundamental que haja disponibilidade de certos epi’s, uma vez que este profissional fica exposto a fatores de risco como ruídos muito fortes, calor intenso, projeção de peças e pedaços de materiais, a inalação de gás e de poeira, etc.

Por isso, entre os epi de soldador, são indispensáveis:

  • Máscara de solda;
  • Blusão específico para soldador (fabricado com material resistente às chamas);
  • Luvas de vaqueta ou raspa (materiais bastante resistentes produzidos a partir do couro de vaca);
  • Perneiras (equipamento para proteção da região entre o pé e o joelho);
  • Protetores auriculares;
  • Botas de proteção;
  • Aventais raspa (feitos a partir do mesmo material das luvas);
  • Touca de soldador;
  • Entre outros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *