Quais filtros são mais comuns no mercado?

Com ela as pessoas preparam alimentos e acabam com a sede. Assim é a água, essencial para a sobrevivência das pessoas.

No entanto, a água que utilizamos deve ter qualidade, estando sempre limpa. Mas, como garantir isso? Uma boa solução, é a utilização de filtros. Continue lendo este artigo e saiba um pouco mais.

Filtro para água

A água para consumo deve estar sempre limpa, livre de impureza. Mas, ao abrir as torneiras, nem sempre isso é possível. E é aí que as pessoas recorrem ao filtro de agua.

Mesmo que a água pareça limpa, nem sempre é isso o que acontece. No intuito de matar os germes, as companhias de água costumam adicionar produtos químicos.

Além disso, tanques de água, que possam estar corroídos e sujos, afetam a água, ao mesmo tempo em que prejudicam a saúde das pessoas. Principais problemas da água não filtrada:

  • Possui resíduos sólidos;
  • Muitos produtos químicos;
  • Pode causar diarreia;
  • Pode causar infecções.

Como funcionam

Os filtros possuem câmaras de filtragem, que podem ser de diferentes tipos de materiais, como, microfibra de polipropileno ou carvão ativado com prata coloidal.

Todos esses componentes, tem a função de reter as partículas sólidas, como o limo, ferrugem, barro, controle de bactérias e a eliminação do excesso de cloro.

Mas, como saber a eficiência dos equipamentos? Desde 2010, é obrigatório que os filtros tenham o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, o INMETRO.

Desta forma, alguns testes são realizados para verificar a eficiência do produto. Um deles, é quanto o desempenho para a retenção de cloro e partículas.

Atendendo assim, as normas do Ministério da Saúde. No entanto, há algumas informações que você precisa aprender, para saber exatamente qual o desempenho do filtro que você está levando para casa.

Em relação a eliminação de cloro, existe uma escala que vai de C1 até C3. Já quanto a capacidade de retirada de partículas, a classificação é de P1 a P6.

Assim, o número menor, indica mais qualidade. Quanto à eficiência bacteriológica, esta também é testada, mas não precisa necessariamente ser positiva.

É que somente os aparelhos mais sofisticados eliminam bactérias. Além do mais, essa característica é indicada apenas em casas, que não tenham água tratada, como as de poço artesiano.

As tecnologias mais utilizadas para este caso, são membrana de fibra oca ou adição de cloro, esse item, no entanto, é removido depois.

Mas, para que o filtro tenha sempre um bom desempenho, você precisa trocar o refil regularmente. Ao adquirir um equipamento, veja o valor dessa peça e a periodicidade da troca.

Desta forma, você terá um bom custo-benefício. O interessante é que já existem os filtros que sinalizam a necessidade da troca.

Filtro para piscina

Quem toma banho de piscina, quer sempre uma água cristalina para poder nadar. Mas, para que ela esteja realmente limpa, é importante a utilização de filtro para piscina.

Talvez você não saiba mas, esse componente é responsável por deixar 80% da água livre de sujeiras.

Além disso, ele deve ser utilizado todos os dias para manter a qualidade da água. Durante o processo de limpeza, a água é sugada aos poucos por meio da bomba.

Então, ela vai para um depósito, passando por processo de filtragem e então, volta para a piscina. Quando finalizado, o processo é conhecido como ciclo completo, que pode durar até 8 horas.

Mas, esse tempo pode variar, dependendo da potência da bomba, a capacidade do filtro e ainda, o tamanho da piscina.

Para escolher o melhor filtro para sua piscina, também leve em consideração esses quesitos, desta forma, você garante um equipamento que seja eficiente.

Filtro y

Já o filtro tipo y é um componente auxiliar, muito utilizado em tubulações e alguns equipamentos. A sua principal função, é assegurar o funcionamento correto destes.

Desta forma, eles mantêm as tubulações livres das partículas de impurezas assim, eles reduzem também, as quebras e necessidade de manutenção das máquinas.

Esse modelo, é formado por duas partes que são fabricadas separadamente, o elemento filtrante e a carcaça, quando, mais tarde, é feita a conexão entre eles, formando o filtro y.

Agora que você sabe um pouco mais sobre a importância do filtro em seu dia a dia, fica mais fácil escolher o equipamento correto, seja ele para a água de consumo, seja para a água de piscina.

O importante é que esse recurso natural, esteja sempre livre de impurezas e de qualquer sujeira, que possa prejudicar a sua saúde e de seus familiares.

Além do mais, esses equipamentos também podem servir para ajudar a manter sua máquina em funcionamento, como é o caso do filtro y.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *