Curiosidades sobre o mercado de aparas de papel

As aparas de papel são as folhas cortadas em pequenos pedaços para a reciclagem e são classificadas de acordo com o tipo, do jornal ao papelão.

O reaproveitamento gera uma excelente contenção de recursos em comparação à fabricação do papel normal.

Apesar do papel reciclado ainda ter um custo um pouco mais alto que o papel convencional, o seu uso reduz muito o impacto ambiental causado pela fabricação tradicional.

Além de evitar um grande desperdício de material reutilizável, que se não fosse reciclado seria disposto no meio ambiente, muitas vezes de maneira inadequada.

Vantagens do uso de aparas de papel

O primeiro aspecto de destaque para o uso de aparas para reciclagem está relacionado à economia gerada.

Uma tonelada de papel picado para reutilização é capaz de poupar diversas árvores que seriam cortadas para a fabricação do produto.

Além da preservação das árvores, também há economia de água e luz. Para a fabricação de uma tonelada de papel normal são necessários cerca de 100 mil litros de água.

Essa quantia cai para 2 mil litros na produção dos papéis reciclados. Os custos com energia também costumam ser 80% menores em fábricas de reciclados.

A fragmentadora de papel é uma máquina que serve para triturar o papel e é, comumente, utilizada em grandes escritórios que precisam preservar a confidencialidade dos assuntos tratados em seu cotidiano.

De modo que destroem a informação na máquina antes de fazer o descarte.

O aparato costuma cortar o papel em tiras, o que facilita muito seu envio para centros de reciclagem, pois já reduz consideravelmente uma parte do trabalho, que é a preparação das aparas.

A preocupação ambiental é algo que todos têm e por isso as pessoas desejam contribuir para a reutilização de materiais.

Levando em consideração que o gasto de papel doméstico também pode ser considerável, uma família pode se interessar no uso de uma fragmentadora de papel manual.

Que geralmente são menores e mais compactas que as industriais e podem ser de grande valia para destruir.

Por exemplo, documentos, contas e cartões que já não tem mais serventia, mas contém dados pessoais importantes para serem descartados de qualquer maneira.

O uso desse equipamento deve ser apenas doméstico, pois o apetrecho tende a ser um pouco menos resistente, adequado para quantidades menores de trituração.

Do mercado de aparas até a reciclagem

O mercado de aparas tem um funcionamento bem organizado para que o material chegue a seu destino final: a reciclagem.

Existem profissionais responsáveis pela compra de aparas de empresas, escolas, sucateiros entre outros: o aparista.

Após a aquisição desse material, ele é enviado para a separação, pois existem papéis que não servem para reutilização e precisam ser descartados.

O próximo passo é a prensagem das aparas e o enfardamento para envio às fábricas de reciclagem. Os papéis adequados para a reciclagem são:

  • Documentos (contas e impressos em geral);
  • Jornais e revistas;
  • Papelão;
  • Caixas de leite e derivados do tipo “longa vida”.

Já os papéis considerados inadequados são:

  • Papéis engordurados, guardanapos, papel toalha e higiênico;
  • Papéis metalizados, laminados, plastificados e parafinados;
  • Papel vegetal.

Papéis especiais

Para além dos mais conhecidos e utilizados no cotidiano, o mercado de papéis tem, ainda, produtos específicos como o papel de junta, que tem um uso bastante diferenciado.

Sua composição é formada por fibras sintéticas e borracha, e é utilizado para fabricação de juntas de vedação para o setor industrial.

Para escolher o produto adequado é necessário levar em consideração fatores como as temperaturas e fluidos a que o material será exposto.

Também conhecido como papel velumóide, o produto é utilizado para confecção de compressores, condutores de óleo, entre outros.

Uma de suas principais características é a resistência à água e aos óleos combustíveis.

O mercado de aparas de papel tem seu funcionamento iniciado dentro de casas, escolas, escritórios e indústrias especializadas, como as gráficas.

Onde muitas vezes é feito um trabalho de facilitação com a trituração em máquinas fragmentadoras e recolhido por profissionais chamados aparistas, responsáveis pela preparação do papel picado para encaminhamento à reciclagem.

Uma simples busca por termos como “aparas de papel significado” pode tirar qualquer dúvida sobre o procedimento de produção de aparas para reciclagem.

Dados revelam que em 2017, a taxa de recuperação de papel chegou a mais de 60%.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *