Modelos de aço diferentes utilizados na indústria

A matéria-prima aço é um produto muito requisitado na indústria para diversos fins.

Basicamente existem dois processos para fabricar esse material. O mais utilizado é o ferro fundido no alto-forno que, depois, passa para o refinamento, fazendo com que o ferro fundido se torne aço no conversor de oxigênio.

A outra técnica é fundir a sucata de ferro em forno elétrico, a energia gerada à fundição desse processo é por meio de arcos voltaicos.

Um espaço ocupado por gás no meio de dois eletrodos condutivos, geralmente carbono, elevando muito a temperatura no qual funde ou vaporiza potencialmente qualquer objeto.

Mas para fabricar um aço específico ou outro material, como a barra de ferro, é preciso que ele se funda com alguns elementos para dar a liga necessária para produzir um produto.

Essa adição da liga é feita em pequenas porcentagens.

Conheça os 4 processos de fundição de aço

Existem quatro processos de fundição do aço e cada uma delas tem suas especificações, elas são:

  • Alto-forno;
  • Conversor de oxigênio;
  • Tratamento do aço na panela;
  • Tratamento térmico.

O alto-forno tem tamanho variável, possui em seu revestimento externo de metal e de material refratário internamente em que os metais ferrosos são feitos pela diminuição dos minérios de ferro.

Na parte superior do forno, são postos os minérios, calcários (materiais fundentes) e o coque (carvão).

Já na parte inferior o ar é estimulado efetuando uma reação de redução em que sobe a temperatura até a fusão do ferro gusa e das escórias formadas derivadas da reação dos elementos, geralmente calcário com a sílica.

Nos intervalos, o ferro e a escória fundidos e são acumulados no alto-forno no ponto baixo e são retirados.

O ferro fica em estado de fusão é levado à aciaria ou projetados em formas para solidificação em lingotes de ferro gusa. Já a escória é a última a sair do forno, fica menos densa que o ferro, e ela pode ser aproveitada para composição de cimento.

O conversor de oxigênio é um refinamento entre o ferro fundido e o aço fundidos e remove o acúmulo de carbono e minimiza as impurezas para limites prefixados.

Ele apoia-se como uma injeção de oxigênio por dentro da massa líquida de ferro fundido. Com esse ar dentro queima-se o carbono na forma de monóxido e dióxido de carbono em vinte minutos.

Os elementos manganês, silício e fósforo são oxidados e misturado com cal e óxido de ferro, formando a escória que sobrenada o aço liquefeito.

Tratamento do aço na panela é onde o aço em líquido e esquentado absorvendo gases da atmosfera e oxigênio da escória.

Esse gás é retirado lentamente com o movimento de resfriamento em massa líquida, no entanto, quando se aproxima da solidificação, o aço ferve e os gases saem ligeiramente deixando vazios no aço. Para deter esses vazios, adiciona-se o alumínio e silício na panela.

Esse processo denomina-se desgaseificação, após isso, partes dos óxidos insolúveis concentrados são retirados para impedir prejuízos às características mecânicas do aço, processo definido como refinamento.

Tratamento térmico é o processo onde as propriedades do aço são melhoradas e divide-se em dois grupos: um ameniza tensões internas causadas pela laminação e a outra modifica a estrutura cristalina, altera a resistência e de outras características.

Esses foram os quatros modelos de fundição de com o aço e é através desse processo que se deriva vários produtos que a indústria como, por exemplo, o Ferro laminado.

Diferentes modelos de aço

Depois de conhecer os processos de fundição do aço, veja no que ele pode ser transformar.

Os tubos quadrados são utilizados em diferentes ramificações industriais como em máquinas em geral, indústria de fundação e nas áreas que necessitam de materiais de resistência e esforços mecânicos, pois tem uma concentração alta de carbono.

São conhecidos como melaton e comumente utilizado em estruturas metálicas.

Aço 4140 é um material muito usado para fabricação de eixos, pinos e em diversas peças. Tem alta resistência mecânica, média usinabilidade; baixa soldabilidade e alta temperabilidade.

Outro tipo de aço muito usado nas indústrias são os tubos redondos feito com aço carbono que são soldados em um processo de resistência elétrica de alta frequência.

Muito usado em construções civis e arquitetura, pois é ideal para usar em estruturas metálicas como, por exemplo, corrimões de escadas, nos brinquedos de parques e playgrounds, aparelhos médicos, dentre outros.

aço inox é composto por uma liga de ferro, carbono, cromo e níquel e é muito resistente à corrosão da atmosfera, ou seja, dificilmente enferruja.

Devido ao elemento níquel, esse aço é resistente a altas temperaturas e soldabilidade. Já o elemento cromo aumente a sua resistência.

Além de não enferrujar, os materiais derivados de aço são fáceis de limpar, é higiênico e brilhante, baixo custo, resiste às variações de temperatura e temperaturas elevada e ainda é reciclável.

Alguns produtos em nosso cotidiano são feitos de aço inox, por exemplos, alicate de unha, panelas, Estante em inox, bandeja e muitos outros. É um material muito versátil e durável.

Esses foram alguns modelos de aço utilizados pela indústria e, também, no dia a dia.

O aço é uma matéria-prima muito maleável se mixado com outros elementos químicos derivando em inúmeros materiais que são utilizados para em várias áreas, inclusive, dentro das residências.

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *