equipamentos

Indústrias alimentícias recebem equipamentos eficientes

O setor industrial abrange diversos segmentos, interferindo na produção dos mais variados bens de consumo. A demanda é grande em diversos aspectos, como o agronegócio, a indústria farmacêutica e equipamentos para a construção civil.

As empresas relacionadas a produtos alimentícios atendem muitos públicos, de norte a sul, de leste a oeste, por todo o território nacional, e além. Muitos bens de consumo nacionais são encaminhados para outros países, atendendo o mercado externo de forma abrangente.

Por isso, muitas empresas precisam de um galpão adequado para a fabricação em massa de muitos produtos, utilizando ingredientes que só são encontrados em solo nacional.

Sendo assim, ao menos, só são produzidos a partir de receitas regionais que não podem ser reproduzidas em outros locais.

Setor de gastronomia é reconhecido entre melhores

Os ingredientes utilizados nos produtos alimentícios nacionais são abrangentes, podendo ser regionalizados e adquiridos por meio da mistura popular que o país é reconhecido.

As culturas europeias, africanas e asiáticas encontraram na riqueza natural da terra Lindóia um ambiente propício para misturar cores e sabores, apresentando uma culinária rica e variada, nos mais diversos aspectos.

As massas destinadas para a fabricação de pães, bolos e suas variantes, assim como outros alimentos presentes na mesa do brasileiro, são produzidas em larga escala, por meio de linhas de produção que se utilizam de uma masseira industrial em espiral dedicada para esses tipos de produtos.

Esse tipo de equipamento se destina às misturas de massas de panificação, em que as misturas dos ingredientes acompanham um ritmo próprio para evitar uma sobrecarga ou aquecimento da massa. Por isso, o tacho gira em conjunto com o batedor durante a mistura dos ingredientes.

Pizzarias, lanchonetes, restaurantes e indústrias que produzem massas para salgados e pizzas utilizam uma amassadeira industrial basculante, pois ela possui pás misturadoras. Esse tipo de equipamento é apropriado para sovar as massas, deixando a mistura mais uniforme.

A preparação dos produtos devem seguir a receita apropriada, desde que os ingredientes farináceos sejam empregados primeiro, para que a mistura seja homogênea e a seguir, possam ser acrescentados os ingredientes líquidos.

De qualquer forma, os profissionais responsáveis devem estar atentos quanto à quantidade, o tempo de batimento, tempo de forno e o encaminhamento para a linha de embalagem.

Assim, todos os produtos atendem as especificações corretas para a distribuição, exposição nos pontos de venda, até chegar ao consumidor final.

Instalação de equipamentos evita acidentes

Um ambiente industrial precisa seguir normas regulamentadoras rigorosas em relação à segurança patrimonial e dos funcionários que atuam na operação de máquinas e equipamentos.

Sendo assim, o setor alimentício conta com a coifa industrial entre suas instalações, para atender todos os processos de proteção voltados para esse segmento.

A presença desse equipamento tem como objetivo a sucção do ar ambiente, instalado sobre fornos e fogões para a condução de gases, vapores e odores que são encaminhados por meio de dutos devidamente projetados para eliminar de maneira correta todo o excesso causado pela cocção dos alimentos.

A estrutura da coifa inox industrial tem esse metal presente, pois ele é resistente ao calor do fogo, mantendo o tamanho e o espaço devidamente estável.

Higienização de equipamentos garante qualidade

A função principal está na eliminação de resíduos e gorduras de forma apropriada, em que os filtros retêm todas as partículas e podem ser lavadas de acordo com os procedimentos implementados seguindo a legislação ambiental.

A coifa industrial inox pode ter em sua composição o filtro colmeia, em que a higienização é simples e pode ser realizada apenas com detergente e água corrente ou filtro inercial, que retém a gordura presente nos vapores de cozimento.

Esse segundo tipo é formado por uma moldura em forma de labirinto, proporcionando uma trajetória alternada de direção, com variedade na velocidade, o que facilita a divisão da gordura condensada.

Além disso, as coifas industriais impedem que o calor fique concentrado em um único espaço e disseminam os gases que podem ser prejudiciais à saúde dos cozinheiros e demais trabalhadores.

Importância econômica justifica investimentos

O setor da indústria de alimentos tem um grande peso na economia nacional, assim como no atendimento à demanda da população.

Por isso, essa área possui uma estrutura devidamente fortificada, com equipamentos necessários e eficientes para a produção de bebidas e alimentos.

Além disso, o mercado internacional é muito importante para as empresas, mesmo as que produzem bens de consumo intermediário, como o processamentos de carnes variadas, sendo as principais atendendo os setores de:

  • Bovinos;
  • Suínos;
  • Aves;
  • Peixes.

Com um espaço territorial abrangente e uma costa litorânea que recebe os mais variados peixes frutos do mar, a indústria nacional deve estar devidamente equipada para atender o mercado consumidor da melhor forma possível, tanto interno quanto externamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *