Indústria têxtil e seu maquinário

Saiba quais os equipamentos mais usados no ramo e suas atribuições no mercado atual. Continue acompanhando a partir das demais etapas do artigo.

Hoje, pode-se dizer que a indústria têxtil está com tudo. Ao olharmos a nossa volta encontramos uma diversidade de produtos que lá foram confeccionados e fabricados.

São vestimentas, roupas de cama e variados itens que necessitam da indústria têxtil para existir. Dentre os variados setores da indústria, talvez seja o que mais nos acompanha durante o dia a dia.

Para uma indústria tão importante poder confeccionar itens tão necessários e úteis, uma série de maquinários são empregados para desempenhar essas funções, como: maquina de costura, máquina de corte, máquina de passar, entre outras tantas que agilizam o processo e garantem um bom padrão de qualidade.

Neste texto, iremos abordar alguns desses maquinários e quais as suas devidas funções num processo de confecção. Dessa forma, aconselho que continue sua leitura e conheça mais os meandros dessa indústria tão importante para nós.

Mesa de corte

Para aqueles que trabalham no ramo do corte e costura, no âmbito industrial ou mesmo residencial, a necessidade de se trabalhar com equipamento de alta qualidade e desempenho é enorme.

O acabamento final, que inclusive definirá o valor da peça, deve ser da mais alta qualidade. Um dos equipamentos que necessitam ser bem escolhidos, dado a sua importância, é a mesa de corte.

Este tipo de equipamento foi pensado e desenvolvido para que se faça trabalhos com tecidos e é amplamente utilizado, principalmente para trabalhos de grandes volumes.

A sua estrutura foi criada justamente para essa finalidade, o que garante cortes realmente precisos, além de diminuir o desperdício de tecidos.

Uma mesa, de qualidade verdadeira, deve ser produzida com uma estrutura que apresente elevado nível de resistência, por isso, faz-se necessário observar se possui pés devidamente nivelados, evitando assim erros frequentes.

Algumas empresas, trabalham com a opção individual da peça e também sendo passiva de customização, onde se analisa a específica necessidade do cliente e a produz em cima disso.

Elas podem conter prateleiras ou outros tipos de compartimentos superiores e inferiores, além disso, suas dimensões podem sofrer algumas alterações.

Fusionadeira

fusionadeira, como o próprio nome propõe, é um maquinário do setor têxtil, cuja função é  fusionar entretelas em colarinhos de camisas social, além de punhos, vincar bolsos e etc.

Tudo isso com alta precisão, por isso, é considerada ideal para a confecção de peças de alta qualidade, com otimização de tempo e de recursos.

Normalmente, máquinas como essa oferecem as seguintes funcionalidades:

  • Controlador de velocidade;

  • Controlador digital de temperatura;

  • Resfriamento de sua esteira com desligamento automático;

  • Potência de cerca de 4000W e etc.

Mesa de passar roupa

mesa de passar roupa industrial é como aquelas que utilizamos em nossas residências. O seu objetivo é deixar cada uma das peças em perfeitas condições, reduzindo assim rugas ou amassados.

Existem alguns tipos diversos desse item, e alguns possuem o formato “bico de pato”, ideal para passar peças fechadas, independente do tipo de fibra.

Podem acompanhar um braço vertical, útil para mangas e afins. Uma mesa de passar também pode vir equipada com exaustores verticais.

Máquina de costura

A máquina de costura talvez seja a mais importante do ramo, pois a partir dela que as peças realmente são montadas e podem ser encaminhadas corretamente.

A maquina de costura industrial é muito utilizada por profissionais e fábricas que trabalham com a confecção de vestuário e outras terminações do ramo têxtil.

São empregadas em reformas e confecções, tanto nas indústrias quanto em ateliês devidamente especializados ou até mesmo em casa, na prestação de serviços de corte e costura de forma autônoma.

A importância do meio têxtil é gigantesca. Com a modernidade e a evolução do homem, sua utilização se tornou obrigatória e rotineira.

Esses equipamentos que auxiliam na produção das peças, facilitam o processo de corte, garantindo assim um acabamento mais delicado e firme.

Entre outras palavras, pode-se dizer que agilizam a produção dos funcionários que trabalham junto das peças de tecidos, a fim de aumentar a precisão no trabalho e otimizar seu tempo de fabricação.

Se hoje conseguimos ter peças de roupas em preços populares, com boa qualidade e numa rapidez incrível, com peças sendo renovadas nas lojas semanalmente, devemos a modernização do maquinário da indústria têxtil, que cada vez mais tem buscado a evolução do setor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *