Conhecendo mais sobre as fábricas de tubos

As fábricas de tubo tem uma demanda alta de produtos atualmente, isso porque esse tipo de equipamento ocupa uma parte muito importante do mercado, sendo essencial para a estruturação da indústria assim como para outros segmentos como o de construções ou ainda o de veículos.

Por este motivo, durante este artigo iremos conhecer melhor as empresas que fabricam esses tubos, para que servem, quais materiais são utilizados e algumas curiosidades. Assim, para se manter informado, fique atento no artigo até o final.

Eletrodutos: Um equipamento fundamental

Esse equipamento é criado para proteger de forma adequada a passagem de cabeamentos ou produtos que estejam energizados e não podem ser expostos a certos agentes externos, como em caso de pressões mecânicas, água ou demasiado calor.

Esse dispositivo é muito comercializado no modelo eletroduto galvanizado, que proporciona além da proteção elétrica, a proteção contra corrosão e abrasão.

O processo de galvanização nesse material é necessário pois certos eletrodutos podem ficar expostos a produtos químicos que causam um desgaste intenso no material.

Assim, a opção galvanizada desse produto evita esse tipo de problema pois consiste em inserir uma camada extra de zinco no material, deixando-o muito mais firme.

Os eletrodutos podem ser constituídos, basicamente, de dois materiais:

  1. Os metálicos, que são feitos para proteção contra todo tipo de abrasão, podendo ser feita pela galvanização, ou pela cobertura com algum tipo de tinta protetora;

  2. Os isolantes, que são feitos de um revestimento de PVC, que garantem um bom desempenho em áreas de temperatura pouco previsível e também dando uma ótima proteção contra umidade.

Um outro dispositivo que é usado em conjunto com esse material é a eletrocalha, que tem uma função similar, porém, mais voltada para a passagem e organização de cabeamentos por extensões maiores.

Um dos pontos que mais vale destacar desse material é a facilidade de manutenção que ele permite em toda a rede, sendo que podem ter fios de energia e de telefonia na mesma calha sem ter confusão entre as redes.

Existem vários modelos desse material no mercado, os mais comuns são:

  • As totalmente furadas;

  • As abertas;

  • As fechadas;

  • As lisas.

Sendo aconselhável a pesquisa sobre qual modelo melhor irá encaixar na necessidade de cada construção, uma responsabilidade que a fábrica tenta sempre priorizar, pois se criar materiais de acordo com a necessidade do mercado eles vendem de forma mais rápida.

Tubos

Além desse material abordado no tópico anterior, vamos falar sobre os tubos, que são a peça fundamental dessas fábricas e o carro chefe em várias obras e aplicações.

1. Tubo galvanizado

O tubo galvanizado apresenta muita versatilidade de uso, mas o principal é para o transporte de líquidos ou gases que podem ser prejudiciais a materiais comuns.

A sua fabricação é feita também com um revestimento em zinco. Vale destacar que o processo de galvanização é basicamente a imersão do tubo em uma caldeira extremamente quente e cheia de zinco (mas a temperatura é controlada para que o processo tenha sucesso).

Uma das principais características desse material é que pode ser soldado em outras peças para ter um melhor aproveitamento, tornando a peça altamente maleável.

A principal aplicação do tubo de ferro galvanizado é para sistemas hidráulicos, pois esse tipo de tubo entrega muita confiabilidade e exige pouca manutenção com o passar dos anos.

2. Tubos de PVC

Outra opção de tubo que têm grande aceitação no mercado devido a sua versatilidade é o tubo de pvc. Mais ainda, por ser um material extremamente barato e que pode atender até a altas demandas ele é muito procurado em vários setores, o que demanda uma alta fabricação do item.

O PVC foi dividido em vários modelos para atender a todas as necessidades do mercado, sendo eles CPVC, PEX, PPR, dentre outros.

Como funciona a parte elétrica de uma fábrica?

Além do investimento na produção desses equipamentos é preciso tomar muito cuidado com a parte elétrica, principalmente pelas fábricas trabalharem com maquinários pesados e muito caros.

O principal material para cuidar dessa estrutura é o gerador eletrico, pois a produção desses tubos – principalmente o galvanizado – é derivado de um processo químico que pode oferecer risco caso seja interrompido.

Nesse contexto, o gerador precisa ficar direcionado para a parte de produção mais basilar de toda a estrutura, garantindo uma operação 100% funcional.

Os geradores elétricos funcionam armazenando energia dentro dos seus recipientes, que podem ser feitos de vários materiais.

Assim, em um cenário em que o fornecimento para, ele aciona o sistema de segurança que automaticamente substitui a fonte de distribuição.

Muitos geradores fazem todo esse processo ser imperceptível para as pessoas presentes no local.

Um dos cuidados que merecem atenção é na manutenção de geradores de energia, que devem sempre estar em dia e com todas as suas partes funcionando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *