Conhecendo a indústria do aço e sua diversidade

Por diversos motivos, o aço está entre os materiais mais usados por indústrias no Brasil e no mundo. Um deles é o fato de que esta liga metálica está disponível em diversos subtipos, que podem variar conforme fatores como:

  • Porcentagem de composição de certos metais ou substâncias;

  • Peso;

  • Dureza;

  • Flexibilidade.

Por conta do amplo leque de ligas de aço existentes no mercado, este metal é empregado na fabricação dos mais diversos itens, que, por sua vez, são colocados nas mais variadas finalidades.

A diversidade de produtos fabricados a partir dele é tão grande que é pouco provável que uma pessoa conheça todos eles.

Quer aprender mais a respeito disso? Então continue lendo e confira algumas informações importantes a respeito de itens industriais confeccionados à base de aço:

  1. Tubos

Muito usados tanto na indústria quanto na construção civil, os tubos de aço estão entre os produtos mais populares a serem confeccionados à base deste metal.

Isso pois eles não são usados necessariamente sob o formato de tubos: com o auxílio dos equipamentos corretos, é possível fazer com que eles assumam outros formatos.

Como existem diversas ligas metálicas que se configuram como aço, é preciso ter em mente que também há diversos tipos de tubos confeccionados com eles.

No caso do aço carbono, por exemplo, obtém-se um tubo mais rígido e resistente, apropriado para o uso na construção civil.

Já o aço inoxidável se caracteriza por sua superfície extremamente lisa e sem ranhuras, o que dificulta o acúmulo de bactérias sobre a sua superfície.

Consequentemente, os tubos feitos com ele são apropriados para locais que têm que seguir padrões muito altos de higiene, como indústrias nos segmentos farmacêutico e alimentício.

  1. Equipamentos elétricos

Com o avanço da tecnologia relacionada à automação comercial, as indústrias estão cada vez mais dependentes de equipamentos automatizados para que a sua linha de produção funcione.

Isso, por sua vez, significa que elas são muito dependentes da eletricidade, que é usada como fonte de energia para que tais máquinas desempenhem seus papéis.

Como o aço não é considerado um bom condutor de eletricidade, ele pode ser empregado no revestimento de itens usados para adequar a corrente elétrica fornecida pela rede de distribuição às necessidades das máquinas.

É o caso dos transformadores que, por mais que em seu interior eles consistam em bobinas, é possível que o seu exterior seja revestido em aço. Além de ele permitir que o objeto possa ser manipulado com segurança, ele fará com que o aparato seja mais durável.

Entretanto, é preciso ter em mente que, por mais que o revestimento em aço aprimore o item, ele, por si só, não garante que o item funcionará bem.

Assim, ao comprar transformador também é importante observar fatores como a reputação do fabricante e o modelo (dependendo do tipo, ele pode não ser o melhor para a necessidade de determinada linha de produção).

  1. Equipamentos de uso corriqueiro em empresas

Além de equipamentos elétricos, o aço também é comumente empregado em outros itens de uso corriqueiro em empresas, principalmente na área de gestão.

Um aparato de ponto eletronico, por exemplo, pode conter tal material tanto em seus componentes internos quanto em seu revestimento externo, de modo a melhorar a sua aparência e durabilidade.

Contudo, novamente, por mais que o revestimento em aço seja algo desejável, este não é o único fator a ser observado no momento de optar por um ou outro aparato: de acordo com a portaria 1510, editada pelo Ministério do Trabalho no ano de 2009, apenas aparatos de controle de frequência e horários homologados pelo próprio ministério podem ser comercializados.

Na prática, isso significa que empresas flagradas usando um aparato não regularizado pode sofrer sanções. Assim, é melhor investir em um relógio de ponto homologado para evitar problemas.

  1. Materiais de corte

Quando tratado ou polido corretamente, o aço pode se converter em um material cortante. Por conta disso, ele pode ser usado para fabricar objetos como alicates, facas, lâminas e, até mesmo, machados.

Entretanto, não são todos os tipos de liga que têm bom desempenho nesse papel: recomenda-se usar o aço VND. Resistente à pequenas deformações e capaz de manter seu gume cortante por um período mais longo que outros tipos de aço, ele tem todas as características necessárias para se tornar um objeto cortante. Apesar disso, é preciso ter em mente que o seu custo pode ser mais elevado que o de outras ligas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *