A fabricação de conexões industriais

As conexões industriais são comumente usadas na condução de fluidos dentro dos setores da indústria.

Elas funcionam semelhantemente como uma ligação entre vários canos, para transportar diversos tipos de líquidos, que podem ser evacuados em uma das extremidades.

Para evitar vazamentos ou quaisquer problemas na condução dos líquidos, é fundamental contar com mecanismos e peças que fortalecem as tubulações e conexões.

Como é o caso da válvula solenoide para água, que impede a circulação de qualquer tipo de líquidos no que diz respeito às conexões.

O tipo de conexão industrial mais usado é o composto de ferro, silício e carbono.

O modelo é muito utilizado em casas, prédios e edifícios residenciais, pois são muito resistentes às baixas e altas temperaturas, bem como a gases e demais fluidos.

Abaixo, conheça mais sobre a fabricação de conexões industriais.

Conexão de aço forjado

Esses acessórios são usados em tubos com pouco diâmetro, podendo ser aplicados em circulação de água, ar comprimido, gás ou vapores com baixa pressão.

É muito comum encontrar a presença da chave de fluxo nesse tipo de conexão.

Essa chave é responsável pelo abre e fecha do contato por onde os líquidos são liberados.

A peça funciona a partir de um pistão, que é controlado por uma mola, que retorna à posição inicial quando nenhum fluxo é detectado.

Em suma, esse tipo de conexão chega a ser mais resistente e muito mais forte que outras conexões.

Na maioria dos casos, a conexão de aço forjado pode trabalhar em faixas de até 9 mil libras de pressão.

Confira os principais setores que fazem o uso da conexão de aço forjado:

  • Refinarias de aço;
  • Indústrias petrolíferas;
  • Fábricas químicas;
  • Petroquímicas;
  • Papel e celulose;
  • Energia elétrica;
  • Montagens industriais;
  • Dentre outras.

Cabe destacar que por causa da resistência do material, esse tipo de conexão pode ser fabricado em aço carbono ou inoxidável.

Conexões tubulares

As conexões tubulares são fabricadas para serem usadas em projetos de engenharia, mais precisamente na condução de áreas externas.

Elas são fundamentais nos setores industriais, como no segmento elétrico e metalúrgico.

A fabricação dessas conexões se deve à utilização de tubos que podem ser feitos com diversos materiais, como ligas especiais e aço de carbono.

As conexões tubulares são bastante eficientes porque podem conduzir produtos químicos pesados, bem como petróleo e outros componentes da indústria.

No entanto, a qualidade e resistência do material vão depender da fabricante de molde para injeção, responsável pela modulação da peça.

Uma peça mal modulada pode acarretar em problemas, como vazamentos e perda de fluidos.

Conexões em carbono

As conexões em aço carbono são, comumente, usadas pelas empresas dos setores de manutenção, construção ou ampliação de plantas novas.

A principal utilização, por sua vez, acontece no transporte de fluidos sólidos, líquidos e gasosos.

São componentes fáceis de serem achados e possuem um excelente custo benefícios frente aos demais sistemas de conexão.

Os setores que mais fazem o uso das conexões em carbono são as petrolíferas, usinas de açúcar e álcool.

Lembrando que é essencial que haja uma válvula de retenção, que tem como objetivo fazer o escoamento dos fluidos em uma única direção.

Conexões em aço galvanizado

Uma das principais conexões do mundo industrial, justamente por conta do processo de galvanização durante a fabricação da peça.

Neste caso, um metal é revestido na conexão, proporcionando maior resistência às ações químicas.

A galvanização pode ocorrer tanto com processo de baixa ou alta temperatura, tornando o aço fundido.

Nesse sentido, é imprescindível a presença de um sensor de temperatura.

A grande vantagem da conexão galvanizada é a resistência, que a permite ser usada em fluidos com maior agressividade química, mantendo uma ótima durabilidade.

Existem muitos modelos de conexões em aço galvanizado, que podem ser fabricadas em diversos diâmetros.

Elas, na maioria dos casos, podem resistir às altas pressões e temperaturas, podendo ser aplicadas em qualquer situação da indústria.

Cabe destacar que durante a produção da peça, o recomendado é manter um termômetro digital, a fim de garantir o limite de temperatura que a peça pode aguentar.

Geralmente, o processo é feito para garantir a qualidade e confiabilidade das conexões.

O termômetro mede a temperatura do corpo ou do meio, sem precisar estar em contato. Em linhas gerais, o termômetro digital mede temperaturas acima de 600ºC.

Conexões em aço inoxidável

O aço inoxidável é altamente resistente à corrosão, ou seja, a conexão industrial que é feita com este material possui ótima vida útil, uma vez que a peça fica em constante contato com líquidos.

As conexões em aço inox também são usadas em sistemas sanitários, polidos externa e internamente.

Os tubos de aço inox operam em condições extremas de temperatura e pressão.

Por fim, para comprar qualquer tipo de conexão, o ideal é analisar a qualidade e solidez de mercado da empresa.

Dessa forma, a garantia e o resultado final serão os melhores possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *