Conheça as diversas funcionalidades de uma válvula

O termo válvula é usado de modo genérico para se referir a um dispositivo cuja função é controlar a entrada e a saída de substâncias de determinado local.

Existem bons exemplos disso dentro do próprio corpo humano: as válvulas do coração são responsáveis por regular o bombeamento de sangue entre as diferentes câmaras do coração.

Versáteis, elas também são muito usadas em indústrias e, até mesmo, em residências.

Confira, neste post, alguns dos tipos de válvulas disponíveis no mercado e suas funções.

Como as válvulas funcionam?

Apesar de existirem uma série de tipos de válvulas, o mecanismo de funcionamento básico de todas elas é o mesmo: há um local por onde passam os fluídos e um obstáculo que pode ser acionado, impedindo o fluxo.

Normalmente, este controle é feito de forma manual. Assim, há algum tipo de alavanca que aciona o bloqueio. Em algumas situações, algum fenômeno físico aciona automaticamente este bloqueio.

No caso de um regulador de pressão, este fator desencadeador é a detecção de uma pressão acima do nível que deve ser mantido.

Quais tipos de válvulas são usados na indústria?

Nem todas as válvulas funcionam bem em determinada situação. Além disso, dependendo do fluido que vai passar por elas, o funcionamento e o material usado para confeccioná-las podem mudar. Confira alguns dos modelos usados no mercado:

1. Válvula de alívio

A válvula de alívio é um mecanismo de segurança de uso, praticamente, obrigatório em todos os sistemas de pressão. O objetivo é evitar o acúmulo de pressão dentro dele, de modo a evitar acidentes.

Um bom exemplo de aplicação desta peça são os aquecedores de água. Caso a pressão causada tanto pela quantidade de líquido quanto por sua temperatura for intensa demais, pode haver até uma explosão.

Nessa hora, a válvula reguladora de pressão entra em ação para regularizar a situação no interior do equipamento. Deste modo, não há acidentes.

2. Válvula termostática

Motores de carros têm uma temperatura ideal de funcionamento. Caso eles estejam muito quentes ou muito frios, apresentarão anomalias.

Por conta disso, os fabricantes desenvolveram uma peça cujo objetivo é manter a temperatura do motor equilibrada, garantindo seu funcionamento ótimo: a valvula termostatica.

Trata-se de um dispositivo que contém um dispositivo de cera, que se expande e se contrai à medida que é necessário aquecer ou resfriar o motor.

Vale ressaltar que essa mudança de aspecto não acontece de supetão, mas de forma gradual. Deste modo, evita-se o choque térmico, que também pode causar sérios danos ao equipamento.

3. Válvula de descarga

A valvula de descarga é um dos casos nos quais válvulas são usadas em itens de uso corriqueiro, garantindo seu correto funcionamento. Este equipamento é usado nas descargas de vasos sanitários.

Ela é anexada à tubulação de distribuição de água. Quando a descarga é acionada, ela permite a entrada de água no vaso sanitário, que será puxada logo em seguida, e enviada ao esgoto. Desse modo, os dejetos são levados à tubulação apropriada.

4. Válvula globo

Este modelo de válvula é o mais usado na atualidade, principalmente na indústria. Ela é usada para mover os mais diversos tipos de fluidos, desde que sua pressão seja de até 40 BAR.

Há, também, modelos especiais, desenvolvidos especialmente para casos nos quais estes fluidos são corrosivos ou precisam ser transportados em temperaturas muito altas. Isso faz com que ela seja muito usada em locais como:

  • Indústrias químicas;
  • Indústrias petroquímicas;
  • Criogenia;
  • Siderúrgicas.

5. Válvula esfera

A válvula esfera é outro modelo amplamente usado nas indústrias. Seu diferencial é permitir a passagem dos líquidos de modo suave, devido ao funcionamento singular de seu obturador.

Além disso, ela, normalmente, é produzida com materiais como aço inoxidável, bronze ou PVC. Isto a torna ideal para o controle do fluxo de fluidos corrosivos, pastosos, fibrosos e sujos.

Isso também faz com que seu valor seja acima da média, quando comparado a outras válvulas.

Como escolher a válvula correta?

Para que a escolha da válvula seja bem feita, é imprescindível que haja a análise dos líquidos cuja passagem tem que ser controlada.

Da mesma forma, é preciso investir em manutenção periódica para garantir seu bom funcionamento.

Em alguns casos, é preciso que a calibração de valvulas de segurança seja feita com certa frequência.

É o caso, por exemplo, daquelas cuja função é o alívio de pressão e a prevenção de acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *