A importância do aço na indústria

Existem diversos tipos de materiais empregados em segmentos industriais para garantir processos e produtos de qualidade. O uso de materiais adequados também possibilita um ambiente de trabalho mais seguro e o bem-estar entre os operadores, pois otimiza a produtividade e gera mais rentabilidade para o setor.

Nesse contexto, o aço certamente se destaca por uma série de propriedades especiais que fazem desse componente extremamente indicado para a aplicação em maquinários diversos, voltados para diferentes demandas dentro das fábricas.

Para saber mais sobre o uso desse material e como ele contribui diretamente para a otimização de linhas de produção e montagem, continue acompanhando este artigo.

Tanques

Um Tanque de alumínio pode ser encontrado tanto em uma residência quanto em empresas de distintos setores. Sua taxa de aplicabilidade é tão grande e se trata de um produto tão versátil que também pode estar presente em processos industriais de diversas naturezas, pois realizam a contenção de fluidos de modo eficiente e conforme a escala de produção.

Os tanques são, portanto, reservatórios seguros e resistentes que se destinam especialmente a contenção de uma série de fluidos liberados em ambientes produtivos nas fábricas e indústrias. Seu tamanho pode variar de acordo com a necessidade de aplicação.

O aço inox pode ser utilizado na confecção dos tanques e garante todas as vantagens que esse produto deve oferecer para gerar processo mais rápido e eficiente. Certamente, o benefício que mais se destaca na aplicação desse material é que ele não reage ao oxigênio, ou seja, não oxida.

Isso significa que seu desgaste é extremamente reduzido e ele pode apresentar uma vida útil muito mais prolongada quando em comparação com outros materiais.

É por isso que o Tanque de aço inox é altamente indicado, pois além de seu altíssimo índice de resistência mecânica, esse produto ainda oferece benefícios voltados para resistência contra corrosão e pode lidar com quantidades de fluidos mais pesadas sem comprometer a qualidade do armazenamento.

Tudo isso sem falar que esse tipo de tanque ainda pode ser personalizado conforme o tipo de demanda de cada processo, variando em fatores como altura, profundidade e largura.

Flanges

Existem diferentes materiais que podem ser utilizados na composição dos flanges, ou seja, estas peças podem ser fabricadas tanto em aço tanto inox quanto em carbono.

Desse modo, as instalações industriais só têm a ganhar com seu emprego nos procedimentos de montagem e produção em segmentos de roscadas, soldadas e conexões.

Podendo variar de acordo com seu porte, o Flange inox deve ser fornecido nas ligas recomendadas, como 304L e 316L. Já no casos dos flanges de aço carbono, as classes 150 e 300Lbs são as mais recomendadas.

São variados os modelos de flanges. As lisas, por exemplo, não apresentam ressalto e são fornecidas tanto com rosca quanto para soldas.

Existem, ainda, modelos com ressalto central e uma maior quantidade de fios de rosca e apoio tubular. O tipo cego, por sua vez, não possui furo central e é empregado no fechamento de linha.

Com o Flange sobreposto, é possível obter uma performance ainda mais precisa, garantindo a eficiência. Vale lembrar que o polimento do produto não interfere na classe de pressão. Além disso, um dos benefícios sobre esse item que mais se destacam é o valor estético agregado ao processo.

Elas podem ser utilizadas para manipular:

  • Produtos químicos;
  • Gases;
  • Vapor;
  • Ar-comprimido;
  • Linhas de água.

Estropo

Já o Estropo cabo de aço é a solução para demandas de movimentação de carga, isso porque ele é responsável pela fixação segura e correta dos cabos nesse tipo de procedimento.

Também conhecido como eslinga ou laço, o estropo tem uma utilidade bastante relevante nos diferentes segmentos industriais, já que apresenta metragens e tamanhos conforme as necessidades de cada tipo de ambiente. É necessário que o produto esteja de acordo com todas as normas regulamentadoras.

Para garantir a segurança e evitar rupturas, portanto, o Estropo de aço deve ser empregado por pessoas qualificadas e contar com presilhas em bom estado de conservação, pois elas são fundamentais mesmo quando houver trançado manual ou mesmo flamengo do cabo para assegurar a resistência.

A dica final do artigo de hoje é se atentar bastante a qualidade de fabricação, além de também observar a qualidade dos equipamentos que usam esses materiais dentro dos ambientes de montagem e produção das indústrias, pois pequenos detalhes podem fazer toda a diferença na obtenção dos resultados finais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *