3 equipamentos para a sua lanchonete

Quem é que nunca parou em uma lanchonete para tomar um café ou até mesmo almoçar? É muito comum ver este tipo de empreendimento, quase que em cada esquina.

Entretanto, para o empreendedor do setor que deseja oferecer um bom serviço aos clientes, é preciso  ter em mente mais sobre o uso de alguns equipamentos essenciais, como a fritadeira industrial a gas, por exemplo, que potencializa o tempo de fritura dos alimentos.

Ainda assim, o ramo de alimentação no Brasil, hoje, é um dos que mais consegue gerar emprego e obtém o maior retorno de investimento.

Afinal, o setor alimentício é um dos mais robustos do país.

Partindo desse ponto de vista, separamos neste artigo 3 equipamentos para a sua lanchonete. Continue com a leitura do conteúdo a partir dos demais tópicos.

1. Fritadeiras

Mesmo já citado anteriormente, vale ressaltar a importância das fritadeiras industriais para lanchonetes.

Elas podem ser a gás, elétricas e, em alguns estabelecimentos mais modernos, a preferência é a fritadeira sem oleo, que garante a qualidade dos alimentos fritos.

Ainda assim, as fritadeiras superam as barreiras da batata e servem também para fritar frango, peru, pastéis, salgadinhos, dentre outros produtos que podem ser fritos.

Sendo assim, cabe salientar a versatilidade desse tipo de equipamento para cozinha, uma vez que a fritadeira tem utilidade em diferentes tipos de pratos.

Para ter uma breve ideia, o equipamento é essencial, pois atende qualquer tipo de demanda, principalmente aos finais de semana, onde o movimento das lanchonetes é algo aterrorizante.

Deste modo, as fritadeiras podem ser usadas até no ambiente doméstico, sem nenhum problema. Ademais, confira algumas das principais vantagens deste equipamento para lanchonete:

 

  • Não são afetados por quedas de energia;

  • Mais fácil de limpar;

  • Acende e esfria mais rápido do que aquecedores elétricos;

  • Preparam os alimentos em menor tempo;

  • O gás está disponível na maioria das cozinhas comerciais;

  • Facilidade de manuseio.

 

Portanto, não há como inaugurar uma lanchonete sem contar previamente com uma fritadeira, seja ela elétrica ou a gás.

2. Bancada em inox

O aço inox é um material altamente resistente, de fácil limpeza e baixíssima porosidade. Devido a esses detalhes positivos, o item é empregado em bancadas para cozinhas industriais.

Por conta disso, é muito comum ver empreendedores do ramo procurando por bancada de aço inox preço para suas lanchonetes.

Isso porque o aço inox é um dos produtos mais higiênicos, uma vez que não memoriza odores, muito menos sabores em sua superfície, o que o torna um item ótimo para as cozinhas. .

Para a cozinha, o aço mais indicado é o AISI 304, o qual possui Níquel em sua composição, por isso, resiste melhor aos efeitos corrosivos. Ou seja, o inox é o material que não enferruja, podendo resistir à umidade.

Além do mais, quando usado na bancada cozinha, o aço inoxidável pode ser usado para o corte de carnes, pois mantém a temperatura do alimento que é colocado sobre sua superfície.

Ou seja, o item corresponde perfeitamente às baixas e altas temperaturas.

Abaixo, veja todos os benefícios do inox empregado nas cozinhas

  • Grande durabilidade;

  • Sua limpeza é fácil;

  • Permite a criação de uma única peça (bancada + cubas);

  • É resistência aos processos da corrosão;

  • Possui boa resistência a variações de temperatura;

  • Resiste bem aos impactos moderados.

3. Moedor de café

Popularmente conhecido como moinho de café, este equipamento é amplamente utilizado nas cozinhas, lanchonetes e cafeterias.

Muito se fala sobre a utilização dos moedores, pois mantém o sabor do café mais concentrado, diferente do café expresso, por exemplo.

Assim como foi falado no início do artigo, o café é uma das coisas mais pedidas nas lanchonetes e restaurantes, uma vez que a bebida sempre cai bem logo após o almoço.

Ainda assim, os moedores evitam o consumo de pó de café pronto que, em suma, é mais caro do que comprar a semente que posteriormente será moída.

Hoje, é possível encontrar uma grande variedade de moedores de cafés manuais ou elétricos, podendo ser escolhidos de acordo com as necessidades da lanchonete.

Mas vale lembrar que, o moedor manual é indicado para poucas demandas, já o elétrico é para alto índice de produção.

Portanto, esses são os três equipamentos que não podem faltar em uma lanchonete, independente do tamanho do tamanho do estabelecimento.

Com isso, o atendimento ao cliente será potencializado, garantindo, assim, a fidelização, bem como o aumento do lucro da empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *